Mais de 200 famílias são contempladas com unidades habitacionais

O apartamento de número 2 do novo Conjunto Habitacional Santos – R (Av. Brasil, 34, Morro Nova Cintra) esteve de portas abertas nesta quinta-feira (7) como modelo para receber os futuros moradores que estavam ansiosos em conhecer os detalhes do novo lar. As 128 unidades foram entregues pela Prefeitura e pelo Governo do Estado em evento que contou também com entrega de mais 80 apartamentos do Conjunto Santos – U, no Morro da Caneleira. No total são 208 famílias contempladas em um único dia.

“Essas 128 unidades da Nova Cintra fazem parte do primeiro conjunto habitacional feito no morro exclusivo para famílias que vivem em áreas de risco nos próprios morros. Tivemos uma chuva forte nesta semana, que provocou deslizamentos e remoção de algumas famílias de suas casas; por isso, nada melhor do que agir preventivamente, como fizemos hoje”, exemplificou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

De um e dois dormitórios, sala, cozinha, área de serviço, banheiro e garagem, os apartamentos do Santos – R estão em uma área de 18.404,51m²; compreendem a primeira etapa de construção deste conjunto construído pela CDHU. Estão previstas ainda outras 198 unidades. Todos os cômodos têm piso em cerâmica e azulejo nas paredes de áreas molhadas, além de sistema individualizado de consumo para água, gás e energia.

SURPRESA

Ex-moradora da Vila Progresso, Tânia Regina Soares, 52 anos, ficou surpresa ao descobrir que há portas nos quartos e banheiro. “Não estou acostumada com esses detalhes porque em casa é dividido com cortina. Aqui é lindo e estou levantando as mãos para o céu”, disse ela, que irá morar com dois filhos numa unidade de dois quartos. Há sete meses, a família está no alojamento municipal após abandonar a casa na Vila Progresso, atingida por um deslizamento que derrubou duas moradias sobre a dela. “Estamos muito felizes; agora poderei ter o meu quarto, minha privacidade”.

 

FINALIZADO

O segundo empreendimento, Santos – U, foi projetado pela Companhia de Habitação da Baixada Santista (Cohab Santista) e está localizado em área cedida pela empresa - Caminho São Jorge, 302, na Caneleira. A partir de agora, com a entrega das 80 unidades, a construção do conjunto está concluída com 680 apartamentos de dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Os apartamentos foram destinados aos moradores de regiões vulneráveis da Zona Noroeste.

Luciana Silva de Lima, 44, trabalhadora da área de construção civil, foi uma das munícipes contempladas com a chave na manhã desta quinta-feira (7). ‘Sonho realizado’ foi a primeira definição para este momento. “Há sete anos, perdemos tudo no incêndio no Caminho da Divisa e ficamos apenas com a roupa do corpo. Lá era uma palafita e eu convivia com ratos e muita sujeira; agora teremos condições de dar um futuro digno para a família”, confia Luciana, que viverá com o marido e cinco filhos.

O empreendimento Santos – U, da Caneleira, recebeu investimento de R$ 76,7 milhões, fruto de parceria da Prefeitura com os governos Estadual (CDHU) e Federal (Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social). Já foram contemplados moradores da Vila Telma, Caminho São José e Butantã, todos na Zona Noroeste.

De acordo com o secretário estadual de Habitação, outras ações estão sendo tomadas para atender à demanda da Cidade como o aporte de capital para o empreendimento Tancredo Neves III (1.200 unidades) e renovação da parceria do Cidade Legal com a Prefeitura, que visa regularização fundiária – cuja assinatura do documento aconteceu nesta manhã também. 

 

MUDANÇAS JÁ COMEÇARAM

As mudanças para o Conjunto Habitacional Santos – R, no Morro Nova Cintra começaram já na tarde desta quinta (7). As primeiras são as 28 famílias que estão em um alojamento montado na Vila Progresso para receber as pessoas de áreas de deslizamentos dos morros. Na sequência irão 21 famílias removidas do Morro do Tetéu que recebiam auxílio-aluguel.

Outras 20 foram retiradas pela Defesa Civil de áreas de risco e também recebiam auxílio financeiro. E mais 59 que ainda vivem em áreas de risco no Monte Serrat, José Menino, Caminho Santa Maria (Morro da Boa Vista), serão removidas para a casa nova.


Categoria:SANTOS

Deixe seu Comentário